20 de jun de 2016

LIVING


Montar um espaço que tenha algo a dizer.
Misturar objetos, brincar com as cores, não ter medo de errar.
Isso é ambientar, transformar tudo o que inanimado em personagens com muita história pra contar.









ambientação: sergio astrauskiene
acervo do cliente
são paulo
2014

25 de abr de 2016

MEMÓRIAS AFETIVAS



Não deixe seu projeto de casa ou de vida ficar com cara de loja de móveis planejados. Dê valor pros seus objetos pessoais, um desenho que seu filho fez quando era criança, uma máquina de costura da sua bisavó, uma mesinha antiga que comprou num brechó, enfim, qualquer coisa que remeta a memórias afetivas que emocionem você e sua família. Ostentação desmedida não está com nada e só desvaloriza o espaço.

18 de abr de 2016

PRODUÇÃO DE APARADOR


Produção de aparador. Brincando com cores, flores, materiais e diferentes texturas sem muita regra. Intuição é o que vale. Decoração é pra se jogar e ser feliz.

DESENHOS FEITOS A MÃO



A simplicidade dos desenhos a mão ainda estabelecem uma comunicação muito particular com as pessoas. A expressão dos traços, das sombras e texturas podem nos levar por caminhos que a tecnologia ainda não conseguiu traduzir. Felizmente.

15 de dez de 2015

COZINHA AMERICANA


Sei lá, ainda sigo acreditando na simplicidade. Um projeto, para ser incrível, não precisa de pirotecnias excessivas, acabamentos mega sofisticados e nem de ostentações desnecessárias.
O que torna um espaço instigante é a boa cartela de cores, o mobiliário de qualidade e a sensibilidade do designer de captar a essência de quem vai viver nos ambientes. Por isso dou tanto valor as fotos antigas, lembranças permanentes e emoções que cada um carrega na sua história. Espaço gostoso não é espaço cheio de peças caríssimas de design (nem sempre tão bom assim), é espaço que estimula as pessoas viverem experiências legais com aqueles que amam. ‪#‎prontofalei‬ 
foto: J.Vilhora










Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...