2 de jan de 2013

PRETINHO BÁSICO NA DECORAÇÃO

PRETINHO BÁSICO NA DECORAÇÃO

Ao pensar em decorar a casa, uma das perguntas que se deve ter em mente é: "Quais cores usar?" E, na maioria das vezes, como num passe de mágica, surgem na mente imagens de ambientes claros e com tons neutros que combinam praticamente com tudo, não "cansam o olhar" e levam sobriedade e amplitude a qualquer espaço. Mas quais são essas tonalidades? Trata-se dos beges, brancos, pretos e marrons: cores que se encarregam de imprimir um conceito clean ou nude. Aliás, algo muito usual ultimamente!

Num primeiro momento, parece ser o caminho mais seguro. E realmente é bastante prudente adotar esse raciocínio ao adquirir, por exemplo, os móveis com os quais irá se conviver por muito tempo. Na maioria das vezes, o investimento é alto e qualquer erro pode ser desastroso. Portanto, optar pelos tons neutros pode ser a solução mais adequada e que, certamente, garantirá um resultado positivo.

Quem não prefere a sobriedade do bege para o sofá, a suavidade do marrom da madeira rústica para uma mesa, o branco para a janela com vista para o jardim e um tecido delicado para a cortina? Esse pensamento é válido, mas um pouco perigoso também. Afinal, não se deve esquecer que decoração precisa ter toques de personalidade para se tornar interessante. Então, um pouco de humor e colorido são fundamentais para a criação de espaços únicos. O que não ocorre com ambientes neutros demais, que podem transmitir uma sensação monótona e fria.

Acredito que o uso do conceito clean é como escolher aquele vestido que todos chamam de pretinho básico e que as mulheres tanto apreciam. Trata-se de uma peça curinga que vai bem em qualquer ocasião, mas que sem um acessório interessante fica um tédio. E ninguém quer e gosta de ser entediante, não é mesmo?

Optar por cores que a princípio não comprometem a decoração nos deixa numa tranquila zona de conforto. No entanto, para dar um passo mais ousado, vale correr alguns riscos, abusando de efeitos de luz e espalhando almofadas coloridas pelos sofás, revistas nas mesas de centro e peças únicas nas estantes.

Assim, leva-se alegria para cada cantinho da residência. É como usar o pretinho básico com um colar incrível. O complemento se torna o responsável por garantir um visual diferenciado. Dessa forma, a sala de estar pode ficar mais aconchegante e o dormitório mais convidativo.
Utilizar tonalidades neutras é uma escolha interessante para ser adotada, porém, sempre é primordial pensá-las apenas como base e depois abusar em lindos complementos que tornem a casa gostosa de ficar. Muito divertida esta brincadeira. Vamos tentar?

























Sergio Astrauskiene
Arquiteto, de Santo André, cidade da Região Metropolitana de São Paulo, que tem coluna fixa na revista Agora Decore. Com descontração, fala sobre diversas temáticas relacionadas à arquitetura e decoração. Além desse espaço, também mantém um blog, o Arqui Farofa, onde posta imagens, informações e dicas juntamente com seus trabalhos.
http://www.agoradecore.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...